Painel

Colaboradora : Dra Mônica Cristine Jove Motti *

* Médica geriatra

Raramente o câncer bucal é identificado no seu início, entretanto quando é identificado de 60 a 80% já esta na sua fase avançada, o que reduz a chance de sobrevida. O carcinoma de células escamosas acomete 90% dos casos, onde a maior incidência é em homens acima dos 65 anos. No Brasil, segundo o INCA (Instituto Nacional do Câncer), o câncer bucal ocorre com maior freqüência nos lábios (figura) , provavelmente devido ao excesso de luz solar.

bucalNo exame bucal, que deve ser feito por todos os profissionais da área da saúde, é muito importante observar os sete sinais de alerta: edema, elevações ou crescimentos, manchas brancas, ulcerações, uma dor de garganta que não melhora, dormência, dor ou sangramento persistentes.

O diagnóstico das lesões pré-cancerígenas é muito importante. Neville et al. definem lesão pré-cancerígena como sendo um tecido benigno, porém morfologicamente alterado e que possui maior risco que o normal para a transformação maligna. As principais lesões encontradas são: leucoplasia; eritroplasia; líquen plano; quilite actínica; nevo pigmentado e xeroderma pigmentoso.

Perussi et al. observou que em idosos o predomínio de lesões malignas ocorrem na região jugal e no palato.

Grupo de risco:
• -Idade superior a 40 anos
• -Tabagista
• -Etilista
• -Desnutrição
• -Exposição crônica a Luz solar
• -Pacientes imunossuprimidos
• -Pacientes em uso de prótese mal adaptadas.

Medidas preventivas do Câncer Bucal:

1 - evitar fumo e álcool;
2 - evitar exposição continuada aos raios solares;
3 - evitar traumas crônicos na mucosa bucal, tais como: prótese mal adaptadas, coroas dentais fraturadas, raízes residuais, etc;
4 - manter higienização adequada, escovando os dentes no mínimo 4 vezes ao dia, principalmente após a ingestão de qualquer alimento, fazer uso do fio dental e se auto-examinar continuadamente conforme descrição acima citada;
5 - fazer alimentação balanceada e completa evitando fazer uso do açucar em excesso (prevenção da cárie) e principalmente fora das refeições;

6 - o mais importante, consultar um dentista de confiança regularmente, não somente quando tm algum problema odontológico.

Referências:

Mello,HSA - Câncer Bucal; Odontogeriatria, Cap12, pág:127 a 133.

www.odontologia.online.com

Câncer bucal [on line]

Câncer bucal - Lesões suspeitas [on line]

Câncer bucal - prevenção [on line]





Medicina Prática - TUDO SOBRE MEDICINA


Saudegeriatrica.Com.Br® 2009 - 2017 - Desenvolvido por Dinamicsite