Shiatsu é a busca da harmonia entre as duas energias opostas, que compõem nosso corpo. Pois o desequilíbrio entre elas pode estar na origem das doenças e disfunções do nosso organismo. O shiatsu promove uma reenergização que estimula as defesas naturais do organismo.

A prática do shiatsu consiste na aplicação de pressões dosadas das mãos e, em especial, dos polegares sobre aos 24 meridianos energéticos de nosso corpo e nos pontos de acupuntura definidos a partir destes meridianos. O principal objetivo é conseguir a harmonização da energia vital (o Ki), o que permite contrabalançar a ação do estresse e das agressões do meio ambiente, alcançando a paz.

As pressões exercidas sobre a pele devem ser verticais e muito bem apoiadas, a fim de excitar os receptores nervosos (os corpúsculos de Golgi-Mazzoni e de Pacini) situados na camada hipodérmica. Como em toda e qualquer terapia deve ser adaptada à sensibilidade de cada paciente.

O shiatsu atua de forma especial sobre: o tônus e a leveza musculares, circulação venosa, circulação linfática e sistema nervoso.

O shiatsu age simultaneamente com a melhora da circulação, o que permite evitar o acúmulo de impurezas no organismo, além de estimular a funçnao dos ponto principais de desintoxicação (orgãos drenadores, rins, fígado e intestinos) e pontos auxiliares (pulmões, pele estimulando as glândulas sudoríparas e sebáceas). Com fins curativos ou preventivos, esta técnica é utilizada para garantir o equilíbrio energético antes que perturbações na circulação do fluido energético possam dar origem as doenças.

Tradicionalmente o shiatsu é praticado no chão. O paciente pode usar uma malha de ginástica ou uma camiseta, porém vale lembrar que o contato direto com a pele é mais saudável e eficaz. Durante a sessão, que dura de 45 a 90 minutos, o terapeuta determina, através da palpação, as zonas de vazio energético (hyo), que correspondem as atonias musculares, ou as zonas demasiado plenas (jitsu), correspondentes às tensões musculares. Estas regiões são trabalhadas de modo a obter uma harmonização que se traduzirá numa agradável sensação de relaxamento muscular e de leveza.

    Unidade Suprema Taoista

Nossa vida tem que ser Yin e Yang. A energia Yin (a vírgula negra com um ponto branco no símbolo taoista da Unidade Suprema), relacionada com a noite, a terra, a receptividade, a feminilidade e os lados anterior e interior do corpo. A energia Yang (vírgula branca com um ponto preto), associada nao dia, ao céu, à atividade em geral, à masculinidade e aos lados posterior e externo do corpo humano.




MENOPAUSA


Medicina Prática - TUDO SOBRE MEDICINA


Saudegeriatrica.Com.Br® 2009 - 2017 - Desenvolvido por Dinamicsite