Colaboradora : Marcia Cerqueira Boteon *

* Nutricionista e Pós-graduanda em Medicina e Saúde Geriátrica da METROCAMP

ANOREXIA NO IDOSO TERMINAL

alimentos

A alimentação possui uma estreita ligação com a sobrevivência humana desde o nascimento. A recusa de alimentos por parte do paciente, gera na família um sentimento de ansiedade muito grande, provocado pela sensação de perda de um dos estímulos primordiais à vida: a vontade de nutrir-se. Isto sinaliza também a aproximação do óbito, pelo comportamento de desistência adotado pelo paciente. A recusa do alimento pode ocorrer pela ausência do apetite ou pela saciedade precoce, o que pode ocorrer por diversos motivos: pós gastrectomia, hepatomegalia, ascite, entre outros.

Neste ponto do acompanhamento surge, muitas vezes, um grande conflito entre os cuidadores e equipe: o uso de alimentação por vias alternativas . Neste momento, se faz necessário uma avaliação criteriosa por parte da equipe, bem como ouvir e compreender a opinião do paciente quando possível.

O uso de estimulantes de apetite (corticosteróide ou magesterol) poderão ser indicados pelo médico, porém, seu uso é contra indicado na saciedade prematura sem anorexia. A dor também é um fator que também leva o paciente a recusar o alimento, desta forma a intervenção médica se faz necessária, com uso de drogas específicas.

Alguns subterfúgios, como os elencados abaixo, poderão contribuir para melhora da aceitação alimentar:
· A ingestão de uma bebida alcoólica 30 minutos antes da refeição (para estimular o apetite);
· Alteração na consistência da dieta (utilizar alimentos líquidos ou pastosos);
· Seguir a preferência do paciente (geralmente o paladar é melhor para doces);
· Não obriga-lo a comer, mas sim, oferecer alimentação de forma fracionada;
· Uso de suplementos alimentares em pó como forma de enriquecer pequenas porções de alimentos;
· Fazer com que o paciente escolha aquilo que deseja ingerir;
· Chupar pequenas pedras de gelo para melhorar a xerostomia melhorando assim a aceitação do alimento;
· Fazer bochechos com chá de Camomila antes das refeições para diminuir a sensação de amargor na boca, provocada pelos medicamentos;
· Melhora dos quadros de dispepsia através de antiácidos e antiflatulentes;
· Uso de antieméticos no caso de náuseas e vômitos;
· Uso de laxantes em quadro de obstipação;
· Administração de estimulantes de apetite
· Atenção aos utensílios, utilizar pratos pequenos (tipo de sobremesa) para servir as refeições;
· Incentivar o paciente a sentar-se à mesa junto com a família, pois o convívio social é muito importante neste mome.....

 

 

.....

 

 

 

....

 

 

....

 

 

 

.....

 

 

...




MENOPAUSA


Medicina Prática - TUDO SOBRE MEDICINA


Saudegeriatrica.Com.Br® 2009 - 2017 - Desenvolvido por Dinamicsite